Tradutor

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Markovic entre a subtileza e o fervor

Benfica – V. Guimarães, 1-0
Destaques

Destaques: Markovic entre a subtileza e o fervor

A equipa do Benfica venceu o V. Guimarães por 1-0. Numa exibição colectiva bem conseguida, o sérvio, Markovic deu o sinal mais à partida.

Oblak – Mostrou a segurança de sempre. Aos 36’ fez uma estirada fenomenal a um remate de Maazou. Na segunda metade manteve a toada.

Sílvio – Preencheu a vaga de Maxi Pereira e esteve bem. Como é seu timbre, subiu muito pelo corredor e tentou várias combinações com os companheiros do ataque. Esteve perto do golo aos 50‘.

Luisão – No dia em que completou 400 jogos oficiais de “águia ao peito”, o capitão mostrou ser o patrão do sector mais recuado. Fez cortes importantes e permitiu poucas veleidades aos adversários. Apareceu várias vezes na área contrária.

Jardel – Logo no início do jogo teve o azar de ter de ser assistido. Maazou deu-lhe muito trabalho, mas saiu-se quase sempre bem. Tentou sair a jogar.

Siqueira – Tal como Sílvio na outra ala, também Siqueira privilegiou as subidas pelo corredor. Defensivamente não teve muito trabalho mas esteve sempre atento.

Fejsa – Voltou a ser o recuperador de bolas na equipa. Correu muito e desceu para ser o terceiro central quando os minhotos subiam no terreno.

Enzo Perez – Foi o municiador ofensivo da equipa. No “miolo” foi ele que pautou o ritmo de jogo. Apareceu em ambos os flancos e tentou passes de rotura para abrir espaços.

Sulejmani – Entrou em excesso de velocidade na partida mas com o decorrer dos minutos baixou ligeiramente o ritmo. Tirou uma série de cruzamentos perigosos e deu muito trabalho a Pedro Correia.

Markovic – Antes do sublime golo que marcou já estava a ser o melhor. Deambulações e diagonais que meteram a defensiva vimaranense em sentido e levaram perigo para Douglas. Jogou muito entrelinhas para fugir à marcação.

Rodrigo – Tal como Markovic, também Rodrigo esteve muito em jogo. Foi muito solicitado e teve nos pés várias oportunidades de inaugurar o marcador, mas, no momento de ser feliz, foi pouco lesto. Assistiu Markovic para o golo.

Lima – Jogou muito de costas para a baliza. Foi a referência ofensiva, mas teve pouco espaço para utilizar o seu forte pontapé. Lutou e correu muito. Perto do fim esteve muito perto de marcar o tento da tranquilidade.

Salvio – Regressou à Luz e ao Campeonato Nacional. Recebeu a ovação da noite, mas notou-se que ainda está com falta de ritmo. Poderia ter marcado perto dos 90’.

Ruben Amorim – Mal entrou e descobriu Salvio sozinho na área.
Fonte: slbenfica.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário